Coloque seu email:

Delivered by FeedBurner

Widget by Horta_web

sábado, 21 de agosto de 2010

Runas e seus Oráculos





A sabedoria das runas foi deixada aos Vikings pelo deus nórdico Odin, para que os homens a ela recorressem, para se divinizar e para obter um sábio aconselhamento quando necessário.




Odin se submeteu a um supremo ato de auto sacrifício para obter o conhecimento secreto das runas. Permaneceu suspenso, por nove dias e nove noites, pendurado pela lança, de cabeça para baixo no Yggdrasil, a "árvore do mundo", até se dar conta das pedras rúnicas no chão.

Esticando-se com dificuldade conseguiu apanhá-las, sendo então libertado pela magia destas pedras e, por iluminação, aprendeu os conhecimentos e poderes mágicos das runas.

Odin transmitiu à humanidade esse conhecimento obtido sobre as palavras mágicas e também de como registrar essas palavras através do alfabeto rúnico.

Odin distribuiu as vinte e quatro runas entre três deuses: Hagal, Freya e Tyr.

Estes três deuses deram às runas suas energias. Freya, a energia de mãe, de esposa, de amante, e de irmã; Hagal, o conselheiro sábio, correto e energético; Tyr, o jovem guerreiro, corajoso e lutador.

A vigésima quinta runa, que é branca, representa Odin.

A escrita rúnica é uma das mais antigas conhecidas; tem mais de doze mil anos.

A raiz composta RU é de origem indo-européia e significa mistério ou segredo. Os antigos povos usavam acreditavam que as runas possuíam poderes mágicos que poderiam defendê-los de diversos males e os xamãs antigos entalhavam as runas nas embarcações, nas casas, colocavam runas nos leitos dos enfermos, invocando sua proteção, cura, ajuda, etc.

Durante muitos séculos, os Xamãs passavam aos seus iniciados o conhecimento das runas, preparando-os para que pudessem usar corretamente esta energia. Segundo os ensinamentos, cada runa está ligada à uma força determinada, havendo um poder específico em cada uma delas, por isso, devem ser usadas de forma correta para que os resultados sejam positivos e satisfatórios.

As runas são uma linguagem de magia que levam o ser à evolução interior, para o encontro de um bem maior e jamais poderão ser usadas como meio de comercialização ou charlatanismo porque sua linguagem traduz mensagens de divinação e não adivinhação.

As Runas, ou Futhark (nome das primeiras runas) é, na verdade, um alfabeto mágico, utilizado pela Religião Nórdica em seus sagrados assuntos e nomes. Elas não foram criadas como oráculos, ou seja, para prever o futuro. Segundo a cultura nórdica, o destino de uma pessoa é delineado pelo Wyrd, a corrente natural do passado-presente-futuro, e o Orlog, as conseqüências dos atos passados e presentes da pessoa. Assim a leitura das Runas seria feita para determinar estes dois fatores, de forma a proporcionar ao consulente a visão dos deuses a respeito das escolhas feitas pela própria pessoa.

A consulta às Runas, ou Rumenal, tem como intenção, portanto, ser um guia de vida, e não um oráculo da sorte. Por sinal, está é minha visão particular sobre qualquer tipo de oráculo.

Entretanto assim como a goetia, a magia runica pode, mais do que qualquer outro processo mágico, ser utilizadas para a destruião. Não vou entra em discuções intermináveis sobre bem e mal, pois isso é muito relativo.

O F U T H A R K , composto de 24 símbolos, agrupados em 3 "aetts", ou seja, conjuntos de 8 letras cada, lidas da direita para a esquerda.


O primeiro "aett" corresponde às Runas Fehu, Uruz, Thurisaz, Ansuz, Raido, Kano, Gebo e Wunjo e a sua regência é de Freyr e Freyja, divindades da fertilidade e da criatividade.


O 2º grupo de "aetts" é composto de Hagalaz, Nauthiz, Isa, Jera, Eihwaz, Perth, Algiz e Sowelu. regidas por Hemdal e Mordgud , respectivamente o Deus da proteção pessoal e a Deusa, guardiã das entradas para os mundos subterrâneos.


O 3º "aett", tem a proteção do Deus Tyr e de sua companheira Zisa. São entidades guerreiras que em especial, resguardam a autodefesa do individuo. As Runas são: Teiwaz, Berkana, Ehwaz, Mannaz, Laguz, Inguz, Othila e Dagaz.



Fontes: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.